Ouça a Rádio

Papa: “Jovens, não excluam ser missionários!”

Você está em - Home - Notícias - Papa: “Jovens, não excluam ser missionários!”

AFP4774989_ArticoloRecém-chegado da África, o Pontífice dedicou o seu encontro semanal com os fiéis na Praça São Pedro a um relato da viagem, ‘um grande dom de Deus’.

Quênia

“Quênia bem representa o desafio global de nossos tempos: tutelar a Criação reformando o modelo de desenvolvimento de modo que seja justo, inclusivo e sustentável”, iniciou Francisco, definindo este país de riquezas naturais e espirituais, com tantos recursos que provêm da terra, das novas gerações e da sabedoria de seu povo. Sobre as injustiças entre riqueza e pobreza, disse que “é um escândalo, não só na África, mas aqui também”. Lembrando o lema da visita, “Sejam firmes na fé, não tenham medo”, o Papa mencionou a humildade e a simplicidade do povo e o sangue derramado pelos jovens da Universidade de Garissa, em abril passado, mortos por serem cristãos. “Que seu sangue seja semente de paz e fraternidade para o Quênia, a África e o mundo inteiro”, disse Francisco.

Uganda

Sobre a visita em Uganda, chamaram a atenção do Papa o valor do testemunho e a força animadora do Espírito Santo. Neste sentido, destacou o testemunho de caridade, do serviço dos catequistas, dos jovens e de todo o clero, consagrados e consagradas que renovam a cada dia o seu ‘sim’ a Cristo. Todas estas provas são um ‘fermento’ para a sociedade, como demonstra a eficaz obra realizada no país no combate à Aids e na acolhida aos refugiados.

República Centro-africana

“A terceira etapa da viagem, a República Centro-africana, era na verdade a primeira, nas minhas intenções, porque o país está tentando sair de uma fase difícil, de conflitos violentos e muito sofrimento para a população. Foi por isso que quis abrir, uma semana antes, a Porta Santa do Jubileu da Misericórdia: como sinal de fé e esperança para aquele povo e para toda a África, que é convidada pelo Senhor a “passar a outra margem”: a margem da reconciliação, da paz e do progresso.

Falando aos fiéis sobre a última missa celebrada no estádio de Bangui, Francisco disse ter-se impressionado com a quantidade de jovens: mais da metade da população centro-africana tem menos de 18 anos.

O convite aos missionários

A este ponto, Francisco quis falar sobre os missionários e sua vida dedicada a homens e mulheres, deixando tudo para trás.

E improvisando, contou sobre o seu encontro com uma religiosa, italiana e missionária de 81 anos que está desde os 23 anos na África. “Ela estava com uma menina que a chamava ‘vovó’. “Eu não trabalho aqui – disse. Viemos juntas do Congo, de canoa”. Que corajosa, hein?

“Sou enfermeira, estudei um pouco e virei obstetra. Fiz nascer mais de 3 mil crianças”, prosseguiu a religiosa. “Uma vida inteira pela vida dos outros. Como ela, existem tantos outros, religiosos, padres, missionários que ‘queimam’ suas vidas para anunciar Jesus Cristo. Isto é muito bonito. Gostaria de dizer aos jovens, que são poucos, pois a natalidade na Europa é um luxo (2/3%): pensem no que farão de suas vidas. A missionariedade não é proselitismo”.

A religiosa me disse que até os muçulmanos vão até elas, porque são boas e não fazem catequese para converter. “Jovens, não excluam a possibilidade de ser missionários e levar o amor, a humanidade, a fé, a outros países. Pensem nesta freira e em muitas e muitos outros. Peçam ao Senhor que os faça ouvir a sua vontade. A fé é pregada com o testemunho e a Palavra”, completou Francisco, em meio aos aplausos da Praça São Pedro.

Fonte: Rádio Vaticano

NEWSLETTER

INFORME SEU E-MAIL PARA RECEBER AS NOVIDADES DO NOSSO SITE

HORÁRIOS

Seg, Qui, Sex E Sab

Missas às 19h00.

Terça-Feira

Missas às 05h30, 06h30 e 17h30.
Novenas de 06h00 às 21h00.

Domingo

Missas às
07h00, 08h30, 17h30 e 19h00.

Tv Nazaré

Ao Vivo às 15h00.

Tv Marajoara

Gravado às 19h00.

Rádio Web "O Redentor"

Novenas ao Vivo das 06h00 às 21h00.
Missa de Domingo às 07h00.

Rádio Nazaré

Novena ao Vivo às 18h00.

Outras Emissoras

Novenas:
Transmissão às 12h00, 18h00
e às 19h00.