Ouça a Rádio

Jubileu 150 Anos

Você está em - Home - Perpétuo Socorro - Jubileu 150 Anos

Jubileu 150 Anos

 

[papaO Ícone de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro é, sem dúvida, o Ícone universalmente mais amado na Igreja. Tem um apelo a todas culturas, línguas e mesmo a outras diferentes tradições religiosas. Em 26 de abril de 2016 será celebrado o aniversário de 150 anos da restauração pública do Ícone original de Nossa Mãe do Perpétuo Socorro na Igreja de Santo Afonso em Roma, entregue aos Redentoristas pelo Papa Pio IX, como estas palavras: “Faça-a conhecida no mundo inteiro”.

Este Jubileu de 150 anos pretende ser uma ocasião especial para reacender o amor e a devoção dos redentoristas para com a Mãe do Perpétuo Socorro, “pois ela nos acompanha na missão evangelizadora. Deve também ser um revigoramento do mandato dado aos Redentoristas para ‘Fazê-la conhecida’.

 

 

Noticia:

ano jubilar

Ano Jubilar de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é proclamado em Roma

O Superior Geral dos Redentoristas, padre Michael Brehl, proclamou oficialmente aberto o Ano Jubilar de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em cerimônia realizada no último dia 27 de junho, na Igreja de Santo Afonso, em Roma, onde se encontra o ícone original de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Os momentos memoráveis deste acontecimento histórico começaram com a celebração solene das Vésperas seguida de Santa Missa. Na igreja estavam presentes diversos religiosos, superiores maiores de diferentes partes do mundo e fiéis da comunidade de Santo Afonso.

Padre Michael Brehl, Superior Geral da Congregação presidiu a Santa Missa e após a homilia proclamou oficialmente o Ano Jubilar que será celebrado até o dia 27 de Junho de 2016.

Ao anunciar o Ano jubilar em honra de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, padre Brehl destacou a coincidência providencial com o Jubileu extraordinário da misericórdia, proclamado pelo Papa Francisco. O superior também destacou o fato de que o ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é também o ícone do amor; o amor de Deus por nós e o amor de uma mãe por seus filhos e por isso é importante comemorar este aniversário com alegria, esperança e amor. Ele comunicou que a Igreja de Santo Afonso em Roma terá indulgência plenária concedida pelo Papa Francisco que também reconhece a importância deste ano jubilar. É por isso que todos os – missionários redentoristas, religiosos devotos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, juntamente com leigos em todo mundo se unem para celebrar, com grande alegria, os 150 anos de devoção a Maria que é o Perpétuo Socorro.

Ao final, padre Brehl convidou a refletir sobre o que isso pode significar para a congragação neste ano, encorajando todos a seguir o exemplo do discípulo amado no Evangelho para dar boas-vindas, mais uma vez, a Maria em nossos corações, em nossas casas, em nossas vidas. O que pode ser realizado, segundo o superior, a partir do aprofundamento da nossa relação pessoal com Maria, falando familiarmente com ela, como um filho faz com sua mãe. Contemplando o ícone para apreciar com maior profundidade o mistério da redenção. “Maria nos ensina a conhecer o Seu Filho, nosso Redentor, ajudando-nos a apreciar a Palavra de Deus, que tem guardada meditando-a em seu coração. Maria pode nos mostrar como viver o evangelho, especialmente para com os abandonados e pobres, aqueles que estão nos subúrbios, de todos aqueles que precisam… como Papa Francisco escreveu em Evangelii Gaudium, ‘Maria ensina-nos a força e a ternura de ‘afeição – amor e graça'”, refletiu.

“Ó Maria do Perpétuo Socorro, queremos estar sob sua proteção. Que este ano jubilar seja para todos nós uma peregrinação com você para experimentar a completa redenção obtida por nós pelo seu Filho”, rezou padre Brehl.

Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro 

Na Igreja de Santo Afonso, em Roma, é tradicionalmente celebrada a festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no domingo mais próximo do dia 27 de junho. Mantendo a tradição, domingo, 28 de junho de 2015, houve a alegre celebração da Festa de Nossa Mãe Santíssima. O Cardeal Agostino Vallini, Vigário para a diocese de Roma, presidiu a celebração eucarística. Ele falou como a ajuda perpétua de Maria é vivida como imediato e permanente. O Cardeal mostrou o amor apaixonado de Santo Afonso e que está tão evidente em seu famoso e popular livro “As Glórias de Maria”. Ele destacou a contribuição que Santo Afonso deu à Igreja. “No mundo de hoje, com tantas perguntas e desafios, onde as pessoas estão à procura de respostas e de ajuda; em um mundo de injustiça e de opressão, como nós respondemos a isso? Nossa maneira de ajudar é estar a serviço dessas situações”, disse o cardeal.

Ele dirigiu também uma palavra aos Redentoristas dizendo que o legado e a tradição de Santo Afonso deve ser mantido vivo e deve ser passado a fim de enfrentarmos os desafios do mundo. No ofertório, foram apresentadas famílias que pertencem a quatro grupos diferentes que fazem parte da comunidade do Santuário de Roma: italianos, poloneses, filipinos e latino-americanos.

Depois da solene celebração eucarística, os concelebrantes e os fiéis participaram de uma procissão com o ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Alguns grupos se revezavam para carregar o ícone adornado com flores na procissão. Várias pessoas estavam presentes nesta celebração. Como no livro bíblico do Apocalipse: “Haviam pessoas de ‘tribos, línguas, povos e nações diferentes!”.

O apelo a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro transcende todas as fronteiras de culturas e línguas, denominações e outras religiões. Enquanto a procissão com o ícone saiu às ruas do bairro em torno da igreja, o tráfego teve que ser regulado pelos policiais. Assim, a procissão transcorreu de forma serena. As pessoas cantaram músicas, recitaram o rosário e ouviram passagens da Escritura, dando testemunho de seu amor e devoção à Virgem Maria. Alguns turistas que passavam ficaram fascinados ao ver essa demonstração de afeto. Outros se juntaram em oração e procissão.

Em 1867, um ano depois que a imagem foi restaurada à veneração pública solene e quando o ícone foi levado em uma procissão, nossa Mãe realiza a cura milagrosa de uma criança. Em agradecimento, a imagem do ícone foi instalado na Via Merulana, 276. A procissão, ainda hoje, para em frente a esta residência em memória deste evento, bem como um sinal de gratidão pelos muitos outros milagres recebida por intercessão e a ajuda de Nossa Mãe. A procissão terminou com a bênção do Superior Geral nos degraus da igreja. A celebração do Jubileu vai continuar durante todo o ano, até 27 de junho de 2016.

Texto: Padre Juventius Andrade, CSsR

Como parte das celebrações do Ano jubilar em honra de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, por mandato do Papa Francisco, a Penitenciaria Apostólica concedeu indulgência plenária sob as condições habituais. Como se afirma no rescrito, a indulgência plenária “pode ser obtida aqui nesta igreja de Santo Afonso, Roma e nas Igrejas particulares da Congregação do Santíssimo Redentor (Redentoristas), os fiéis cristãos que estão verdadeiramente arrependidos e movidos pela caridade a fazer uma peregrinação para o ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, e lá participarem devotamente nos ritos do jubileu ou, pelo menos, dedicar tempo para reflexões piedosas, terminando com a oração do Senhor, o Credo, e invocações à Virgem Maria”.

 

Fonte: CSSR Redemptoristi.

NEWSLETTER

INFORME SEU E-MAIL PARA RECEBER AS NOVIDADES DO NOSSO SITE

HORÁRIOS

Seg, Qui, Sex E Sab

Missas às 19h00.

Terça-Feira

Missas às 05h30, 06h30 e 17h30.
Novenas de 06h00 às 21h00.

Domingo

Missas às
07h00, 08h30, 17h30 e 19h00.

Tv Nazaré

Ao Vivo às 15h00.

Tv Marajoara

Gravado às 19h00.

Rádio Web "O Redentor"

Novenas ao Vivo das 06h00 às 21h00.
Missa de Domingo às 07h00.

Rádio Nazaré

Novena ao Vivo às 18h00.

Outras Emissoras

Novenas:
Transmissão às 12h00, 18h00
e às 19h00.